A Importância do Halterofilismo no Treino de Força

O Halterofilismo é uma das melhores formas para tornar o nosso corpo mais forte e mais eficiente. Os padrões de movimento necessários para uma correcta execução deste tipo de levantamento (que é composto por vários movimentos como vamos ver mais abaixo) são fundamentais para o desenvolvimento atlético de qualquer jovem, atleta ou pessoa comum que pretenda aumentar os seus níveis de força / potência e rendimento.
Os movimentos efetuados no Halterofilismo testam praticamente todos os músculos do corpo (incluindo mas não limitado às pernas, às costas, aos ombros, aos braços, ao grip e ao core) – mais músculos que qualquer outro desporto.

Os Dois Movimentos Olímpicos

1. Snatch (Arranque)
O snatch consiste em levantar a barra do solo até acima da cabeça num movimento sem pausa e sem apoiá-la no corpo. A barra é colocada horizontalmente em frente das pernas do atleta. A barra é agarrada com as palmas das mãos para baixo e puxada num movimento único desde o chão e erguida até à extensão completa de ambos os braços acima da cabeça, enquanto o levantador se agacha ou flecte as pernas.
Este movimento tem que ser efetuado com grande velocidade (em geral, leva menos de um segundo).

 2. Clean & Jerk (Arremesso)
O arremesso é executado em dois tempos. O primeiro tempo chama-se Clean e o segundo tempo chama-se Jerk.
Na primeira parte (clean), a barra é colocada horizontalmente em frente das pernas do atleta. É agarrada, com as palmas das mãos para baixo e levantada até à altura dos ombros, por cima do peito, enquanto que o levantador se agacha ou dobra as pernas; a seguir, reergue-se e alinha-se.
Na segunda parte (jerk), usando a força conjunta de braços e pernas, a barra é levantada acima da cabeça, enquanto que o atleta faz normalmente um movimento em forma de tesoura com as pernas; a seguir estabiliza com os braços em extensão e realinha as pernas.

Clique na imagem para aumentar

Comments are closed